5 de nov de 2012

Nossa festa se aproxima, e todos estão convidados a comemorar conosco este grande dia!!!!! Não percam um só dia, sua participação é muito importante pra nós... É Deus que te chama!!!!

Sou Católico! Vivo minha fé?

Com este tema, proponho que façamos um exame de consciência das nossas ações e atitudes diante dos nossos problemas, das nossas alegrias, o que fazemos no dia-a-dia entre nossos amigos, familiares, colegas de trabalho... será que estamos dando testemunho de nossa fé? de nossas crenças? É preciso uma busca incessante pelo conhecimento para que com toda certeza possamos firmar nosso passos, para que com toda certeza e sem medo possamos mergulhar nas profundezas do Senhor! E sem duvidas possamos afirmar que somos Católicos Apostólicos Romanos. Vamos lembrar dos nossos irmãos separados que nos batem à nossa porta e diz que não seremos salvos, que somos adoradores de imagem e muita das vezes que somos falsos profetas, pois pregamos uma coisa e vivemos outra... o lamentável disso tudo é que muitos dos que se dizem católicos ficam sem saber como defender sua religião porque realmente não tem o conhecimento do que se diz, ou por não ter uma vida espelhada naquilo que se diz acreditar, pondo toda uma crença por água abaixo. Irmão, mais uma vez peço que sempre que pudermos busquemos o conhecimento da Palavra, tirar nossas duvidas seja com um padre, ou catequistas da comunidade que se participa, vamos participar dos encontros promovidos pela Paróquia, comunidade enfim. Vamos juntos evoluir, nos tornar missionários, evangelizadores do nosso Pai Eterno! Vamos saber defender nossa Mãe Maria Santíssima, vamos ser Católicos e Vivermos nossa Fé!!!!

10 de out de 2012

Levanta, Missionário, vai levar a Boa Nova

"A missão é a gloria de Deus, e a gloria de Deus é uma igreja missionária. Missão se faz com as mãos para partilhar, missão se faz com o coração para amar, missão se faz com os pés para caminhar, missão se faz com os joelhos para rezar." - Dom Pedro. RJ O grande dever da comunidade católica, em outubro, é viver um missionário. Este mês deve ser motivador para que assumamos o nosso papel de cristão missionário, seja na nossa família, comunidade e ou sociedade. Porém, este mês não deve ser somente de ação, deve ser também de reflexão. Pois, para sermos missionários não precisamos percorrer grandes distâncias. Ser missionário é fazer a difícil viagem de sair de si e ir ao encontro do outro, do novo, do diferente como em busca da essência. É preciso pensar, planejar, ver a maneira de agir, e isso exige de nós uma abertura pessoal e comunitária para responder aos desafios de ser missionário. Assumir os desafios e o compromisso é ter a missão de não somente levar algo, mas também de descobrir. Não somente conquistar, mas partilhar e buscar juntos sempre a verdade em Cristo através de nossos gestos, atitudes e atos. A missão nos permite criar novos laços, novas relações, um novo jeito de olhar a vida, um novo jeito de ser igreja. Ser missionário é compromisso de toda a comunidade que vive e transmite a sua fé. - Pe. Jalmir. Dica: Mc 16, 12-18.

25 de set de 2012

Quem é Jesus para nós?

Jesus despertou o interesse de muita gente ao longo dos séculos. Uns motivados por simples curiosidade, outros pelo desejo de conhecê-lo para segui-lo. Pedro mostra ser mais fácil aceitar e seguir Jesus, o filho de Deus, o enviado do Pai, do que se comprometer com o "Messias servo e sofredor", o Cristo do calvário. Quando nos confrontamos com a cruz, pensamos duas vezes antes de nos comprometer. Proclamar Jesus glorioso, rei do universo, é bonito e fascina, mas seguir Jesus com a cruz é algo que poucos se animam a fazer. No entanto, quem quiser segui-lo com compromisso terá de assumir a própria cruz. Não há seguimento de Jesus sem a Cruz de cada dia: renúncia a si mesmo, doação ao seu projeto, aceitação dos desafios decorrentes da missão... Não precisamos inventar cruzes nem ser masoquistas, tanto menos nos conformar com o sofrimento desnecessários, pois a vida de seguimento de Jesus já implica renúncias e critérios de conduta bem claros. Professar Jesus significa ser solidário com os sofredores, não se conformar com a injustiça e a corrupção, não aceitar o desrespeito aos direitos humanos. O documento de Aparecida lembra que os direitos básicos são desrespeitados no rosto dos que sofrem: povos indígenas e afro-americanos, mulheres excluídas e idosos abandonados, jovens sem estudo e sem empregos, pobres sem terra e sem teto, desempregados, e tantos outros (cf. DAp 65) Não se pode compreender Jesus sem a cruz. Não somente a cruz que carregou no fim da vida e em que morreu, mas a cruz do dia a dia: fidelidade ao Pai, opção pelos pobres, compromisso com a justiça e o reino, doação da própria vida por amor ao ser humano. Somente quando compreendermos e experimentarmos que o discipulado cristão é seguir o caminho da cruz, da doação e do serviço é que estaremos caminhando na estrada de Jesus. Pe. Nilo Luza, ssp.

4 de set de 2012

Setembro

MÊS DEDICADO AO LIVRO SAGRADO - A BÍBLIA "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio junto de Deus. Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito. Nele havia vida, e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. Houve um homem, enviado por Deus, que se chamava João. este veio como testemunha, para dar testemunho da luz, a fim de que todo cressem por meio dele." João 1, 1-7 Quem puder ler todo o capitulo será mais esclarecedor ainda... E como podemos ver, Deus é a Palavra, e através da Palavra tudo foi feito - eis a importância da leitura deste livro sagrado que chamamos de Bíblia. Nela está tudo o que Deus espera de nós, sem esquecer que através de Cristo, Ele veio nos falar As Boas Notícias: a esperança da salvação, o perdão, o amor, o fim de todo sacrifício... João foi enviado por Deus para testemunhar a Luz - eis mais um pedido: que nos façamos testemunhas dessa Luz, que sejamos mensageiros da Boa Nova que é o próprio Cristo. Vamos aprofundar nos estudos bíblicos para melhor compreender, e por sua vez, bem celebrar nossa comunhão com o Pai. Que não somente neste mês de setembro, mas durante nossa rotina, possamos estar sempre atentos à Palavra para que assim não nos percamos no meio da caminhada. se tiverem duvidas procurem um padre, ou o pároco, uma catequista, alguém que tenha um conhecimento mais aprofundado, só não deixem de ler aquilo que nos revela a Luz.