29 de set de 2011

Círculo Bíblico - Setembro 2011



Podemos assim fazer uma pequena dinâmica no círculo bíblico,no aprofundamento na prática do que estávamos vivendo.Como segue abaixo a descrição da brincadeira, que chama-se de :


COMPRIMIDO PARA A FÉ

Material a ser usado : Três copos com água. Três comprimidos efervescentes.
Utilidade pastoral: Nós, Templo do Espírito Santo. A graça de Deus na vida do cristão-Católico.

1. Colocamos três copos com água sobre a mesa.
2. Pegamos três comprimidos efervescentes, ainda dentro da embalagem.
3. Pedir para prestarem atenção e coloquei o primeiro comprimido com a embalagem ao lado do primeiro copo com água.
4. Coloquei o segundo comprimido dentro do segundo copo, mas com a embalagem.
5. Por fim, retirei o terceiro comprimido da embalagem e colocamos dentro do terceiro copo com água.
6. Pedir que os participantes digam o que observaram. Foi uma verdadeira chuva de idéias, em partilha comunitária envolvente e entusiasmada.


















Durante este mês de Setembro, muitas comunidades espalhadas pelo Brasil a fora, tomam em suas mãos alguns capítulos do Livro do Êxodo (15,22 - 18,27), para refletir e rezar sobre sua própria história e caminhada.E a nossa Comunidade Imaculada, reservou o dia 19 de setembro de 2011, para fazermos esse Círculo Bíblico em torno do tema proposto pela Igreja no Brasil.

Na verdade, a experiência de Israel que saindo da dura servidão no Egito, percorre o deserto rumo a Terra Prometida, não é significativa apenas para os judeus, mas também para nós, cristãos.

O que se tem em vista não é somente a conquista da Terra Prometida, mas a possibilidade de servir a Deus como Ele quer ser servido. Israel parte, não para ser um povo como um outro qualquer, mas para servir a Deus. A meta que quer alcançar é a montanha de Deus, até então desconhecida, para nela poder servir o Senhor.

“Existem tantas formas de deserto. Há o deserto da pobreza, o deserto da fome e da sede, o deserto do abandono, da solidão, do amor destruído. Há o deserto da obscuridão de Deus, do esvaziamento das almas que perderam a consciência da dignidade e do caminho do homem. Os desertos exteriores multiplicam-se no mundo, porque os desertos interiores tornaram-se tão amplos. Por isso, os tesouros da terra já não estão ao serviço da edificação do jardim de Deus, no qual todos podem viver, mas tornaram-se escravos dos poderes da exploração e da destruição. A Igreja no seu conjunto, e os Pastores nela, como Cristo, devem pôr-se a caminho, para conduzir os homens fora do deserto, para lugares da vida, da amizade com o Filho de Deus, para Aquele que dá a vida, a vida em plenitude” (BENTO XVI, Homilia, 24-04-2005).

Caminhamos no deserto confiantes que um dia ele se transformará em jardim, certos de que toda amargura cederá lugar à verdadeira alegria.Podemos assim contar com a participação de alguns membros da Comunidade, para refletirmos e partilhamos em comum com a Igreja e com a nossa experiência, conduzido pelo Espírito Santo e a orientação da jovem Duda Andrade.









Fonte: Pascom Comunitária



27 de set de 2011

Encontro de Formação Dízimo-Mirim 2011

A Catequese e a Pastoral do Dízimo, organizou uma manhã de formação para os catequisandos e catequisandas, aonde teve a colaboração de Isael, que deu uma palestra de mais ou menos 30 min a fim de explicar para as crianças o que é o Dízimo e a importância dele. Em seguida, dividimos o grupo em 4 subgrupos onde cada um comentou sobre determinado versículo da Bíblia que receberam, referente ao assunto tratado.
Por ter sido nosso primeiro encontro a tratar com as crianças sobre a inserção do Dízimo Mirim na nossa Comunidade, notamos que conseguimos fazer com que as crianças entendessem mais sobre o Dízimo ao trabalharmos alguns trechos da Bíblia que falavam sobre o assunto. Mas, também, já pensamos em melhorar o encontro e tentar fazer com que, pelo menos, boa parte das crianças da catequese participem.
Em suma, o encontro foi bastante enriquecedor e com certeza dará ótimos resultados.

















Fonte: Duda Andrade e Pascom Comunitária

26 de set de 2011

Santa Eudóxia - Testemunho de Vida



A medalha de Santa Eudóxia(falada na Novela Cordel Encantado), esteve no centro de toda a reviravolta na vida de Rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e da corte de Seráfia. A joia, trazida por Zenóbio (Guilherme Fontes), reacendeu a esperança do rei em encontrar Aurora (Bianca Bin) e o fez partir para Brogodó.

Os membros da corte recebem uma medalha da Santa ao nascerem e ela se tornou a padroeira de todos. O que muitos não sabem é que Eudóxia realmente existiu:




Eudóxia nasceu na Samaria, Palestina, mas vivia na cidade de Heliópolis na Fenícia, atual Líbano. Era uma jovem de extraordinária beleza, cujo ímpeto pagão a fez abandonar a família para levar uma vida de libertina. Teve muitos noivos e admiradores ricos, que vinham de outros países à sua procura. Dessa maneira, enrriqueceu.




Certa vez, pernoitou na casa de um seu vizinho cristão um velho monge, chamado Germano. De madrugada, o monge levantou para fazer suas orações em voz alta, como de hábito, e ler o Evangelho, entoando cânticos ao Senhor. A leitura foi sobre a nova vinda do Redentor e o juízo final. Eudóxia, acordou com aquela voz, que vinha pela parede, da casa ao lado, e ficou escutando. O que ouviu, a impressionou e perturbou o seu espírito.

Bem cedo, foi procurar o homem, que ouvira rezando durante a noite e escutou por muito tempo a orientação do velho monge Germano, sentindo sua alma se encher com a alegria e o amor de Cristo. Ficou isolada com o monge durante vários dias, só ouvindo suas palavras e rezando. Ela teve uma visão de são Miguel Arcanjo, presenciada pelo monge, confirmando assim seu arrependimento e conversão. O monge contou ao bispo de Heliópolis, Teodotos, que batizou Eudóxia. Depois, ela doou os seus bens aos pobres, libertou seus escravos e ingressou no convento feminino, próximo da cidade, de onde só saiu para morrer.

Eudóxia viveu muitos anos, consagrando a sua vida inteiramente ao jejum, orações e purificação da alma. Abraçou a fé com tanta certeza que em pouco tempo alcançou a maturidade espiritual, recebendo muitos dons de prodígios. A tradição diz, que são Miguel Arcanjo, deixou seu dragão para guardar o convento onde Eudóxia estava. A sua fama e os seus prodígios eram tantos que o prefeito pagão Aureliano, mandou alguns soldados ao convento para prendê-la. Mas, foram impedidos pelo dragão que expelia fogo pela boca à medida que tentavam se aproximar do convento. Depois de três dias desistiram, voltaram e contaram tudo ao prefeito.

Irritado, mandou outro grupo liderado por seu filho. Porém o dragão assustou os cavalos e o jovem caiu e morreu na hora. O prefeito consternado decidiu mandar um tribuno pedir ajuda à santa prodigiosa. Eudóxia lhe respondeu com uma carta, que ao ser colocada em contato com o jovem, ele ressuscitou. Aureliano se converteu e com ele toda a família e os seus magistrados. A filha Gelásia foi envida ao convento, o jovem ressuscitado se tornou diácono e mais tarde, o bispo de Heliópolis.

Eudóxia, chegou a ser a superiora do convento. Nesta função, ela concentrou suas forças para auxiliar os pobres, curar os enfermos com seus dons pelas orações, convertendo os pagãos, rezando e jejuando. Na época do imperador Trajano, ela foi denunciada pela disseminação da fé cristã. Acusada de bruxaria e fraude, sem julgamento Eudóxia foi decapitada em 1o. de março de 114. Santa Eudóxia se tornou digna de ingressar no Reino dos Céus, também pelo testemunho da fé em Cristo. O seu culto se manteve ao longo dos séculos e foi mantido pela Igreja, no dia de sua morte.

Tropário:

Com a tua sabedoria ataste a tua vida ao amor de Cristo,

viveste esquecendo-se das coisas fúteis, atraentes e provisórias,

como uma verdadeira discípula de Cristo.

Primeiro, jejuando aniquilaste as paixões,

Depois, com os teus sofrimentos, humilhaste o inimigo.

Assim, Cristo te coroou com uma coroa múltipla,

Santa mártir Eudóxia:

para nos livrarmos de enfermidades espirituais

e recebermos o milagre da graça,

rogai a Deus por nós!

Fonte: Pascom São Miguel Arcanjo e Globo.com

25 de set de 2011

Eles não acreditam em Deus!


Que ironia para com nossa Fé, no mês de setembro, dedicado a Bíblia, um site no seu espaço de notícias, mostra uma reportagem com 12 famosos na mídia secular, que são pessoas sem Fé, e dizem que são Ateus.Podemos refletir, quão grande é nossa luta neste tempo contemporâneo.Vejam abaixo a relação dos famosos que declararam publicamente que não Crêem em Deus, Pai.

Nando Reis: O cantor afirmou que perdeu a fé quando dois irmãos tiveram sequelas de uma meningite: um perdeu a audição e outra teve paralisia cerebral. "Eu não acredito em Deus. Eu não peço a Deus...”, disse o músico, em entrevista à Playboy.

Daniel Radcliffe: Quando tinha 19 anos, o protagonista de "Harry Potter" declarou à revista Esquire não acreditar em Deus. "Sou ateu, mas sou muito tranqüilo quanto a isso. Eu não prego meu ateísmo", revelou. Em seguida, brincou: "Agora, metade dos Estados Unidos não vai ver o próximo 'Harry Potter'".

Brad Pitt: Em uma entrevista ao site "Bild.com", o ator se declarou 20% ateu e 80% agnóstico. "Não, não, não (acredito em uma força superior). Ninguém sabe ao certo. Você vai descobrir quando morrer ou não. Até lá, é inútil pensar sobre isso", argumentou. Sua esposa, Angelina Jolie, disse ao site "A.V. Club" que "não há a necessidade", para ela, de acreditar em Deus.

Zac Efron: Até o astro de High School Musica surpreendeu o mundo ao declarar sua ausência de crenças. "Fui criado em uma família agnóstica, então nós nunca praticamos religiões, mas meus pais eram muito severos", disse à revista Rolling Stone, em 2007.

Caetano Veloso: O compositor escreveu no livro "Verdade Tropical" que o Brasil deveria ser ateu. Em entrevista à "Ípsilon", falou sobre a polêmica. "(Fui) criticado com razão. Não há o menor indício de que o Brasil tenha vocação para isso. Mas o ateísmo filosófico moderno, que tem a ver com a experiência do mundo moderno que vivemos, não pode ser simplesmente negado", defendeu.

Chico Buarque: O músico é avesso a entrevistas e a levantar bandeiras, mas se diz ateu. "Eu não tenho crença. Eu fui criado na Igreja Católica, fui educado em colégio de padre. Eu simplesmente perdi a fé. Mas não faço disso uma bandeira. Eu sou ateu, como o meu tipo sanguíneo é esse", disse em entrevista à revista "Brazuca".

Lima Duarte: é ateu declarado, mas discordou da implicância do autor português José Saramago (morto em 2010) com Deus. "Sou ateu como o Saramago, mas eu não preciso ficar amando Deus pelo avesso como ele fica", disse à Folha de S.Paulo, sobre o livro "Caim".

Woody Allen: De ascendência judia, o cineasta manifesta frequentemente sua dúvida em relação à existência de Deus. Uma de suas frases famosas, presente no filme autobiográfico "Stardust Memories", é: "Para você, eu sou um ateu. Para Deus, eu sou a oposição leal".

Ian McKellan: O ator chegou a dizer, em uma coletiva de imprensa, enquanto promovia o filme "Código Da Vinci", que a Bíblia deveria ter um aviso na capa, dizendo: 'isso é ficção', uma vez que acha um absurdo a passagem em que Jesus anda em cima da água. O intérprete de Gandalf, na trilogia "Senhor dos Anéis", se declara ateu.

Jodie Foster: A atriz Jodie Foster diz que celebra o Natal com os filhos, mas que não acredita em uma força superior. "Eu amo religiões e rituais, apesar de não acreditar em Deus", disse ao "Entertainment Weekly".

Deborah Evelyn: Que esteve na novela "Insensato Coração" como a personagem Eunice, também não acredita em Deus. "Fé é uma coisa que ou você tem ou não tem. E eu nasci sem fé”, disse em 2011 ao "Diário de São Paulo".

John Malkovich: O ator se considera ateu. Apesar de não falar muito sobre o assunto, certa vez, disse: "Eu acredito em pessoas, acredito em seres humanos, eu acredito em um carro, mas não consigo acreditar em algo sobre o qual não tenho absolutamente nenhuma evidência há milênios".

Fonte: Yahoo.com (Imprensa Secular)

23 de set de 2011

Pesquisa sobre a Fé em Salvador 2011

Em Salvador, 96,5% acreditam em Deus ou numa força superior, revela pesquisa

Os que defendem a adoração a Deus são 95%. Apenas 4,2% rejeitam essa adoração, e os que não responderam ou não sabem ficam em 0,8%



Tenha fé em Deus! A expressão, muito comum no cotidiano dos soteropolitanos, dá bem a dimensão de nossa religiosidade. A pesquisa CORREIO/Futura sobre práticas religiosas apontou 96,5% de baianos convictos da existência de Deus, ou de uma força superior, considerando todas as 16 regiões e bairros pesquisados.

Os que defendem a adoração a Deus são 95%. Apenas 4,2% rejeitam essa adoração, e os que não responderam ou não sabem ficam em 0,8%. Entre os bairros, Cajazeiras e Brotas chegam a 100% de adesão à ideia de louvar a Deus ou a uma força superior; logo a seguir vêm os bairros de Pirajá (98,2%) e da Liberdade (98%); no outro extremo, na Barra, 15% rejeitam a adoração a Deus. Em Itapuã, as respostas ‘não’ à pergunta ‘Você acredita que Deus deve ser adorado?’ ficaram em 12,5%.


Maior número
O grau de importância de Deus na vida dos soteropolitanos destaca um percentual favorável às religiões: a soma de Muito Importante (49,1%), Fundamental (28,6%) e Importante (19,1%) totaliza 96,8%. Apenas 2,6% consideraram Pouco Importante; e Sem Importância, 0,4%. Somados a ‘não respondeu’, estes itens totalizam 3% de descrentes.

Entre as religiões com mais fiéis, destaca-se a católica, com 45,9%, seguida do agrupamento evangélico, com 23,2% para todas as religiões desse segmento, distribuído entre batistas, presbiterianos, adventistas, Assembleia de Deus, Deus é Amor, Universal do Reino de Deus e Internacional das Graças de Deus.

Classes sociais
A soma de católicos e evangélicos juntos chega a 79,1%, o que permite imaginar um clássico das religiões entre esses dois agrupamentos majoritários. Espiritismo, 5%; candomblé, 2,7%; e budismo, com simbólicos 0,3%, estão muito distantes das duas primeiras.

Chama a atenção, no entanto, o alto índice de pessoas que se declaram sem religião, 16,3%, ainda que acreditem num Deus ou numa força superior.
Em relação à escolaridade, a maior concentração de católicos é no ensino fundamental, com 57,4%. Os evangélicos registram sua maioria no ensino médio, com 25,3%. É nessa faixa que se observa a menor diferença para os católicos, que têm 40,8%.

Já as classes sociais A/B contam 50% de católicos contra 10,6% de evangélicos. Nas D/E, a vantagem dos católicos é 46,9% contra 24,2%. Na classe C, 43% dos entrevistados se declararam católicos e 25,4%, evangélicos.

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA AMPLIAR
Milagres
Os católicos ficam bem abaixo dos evangélicos quando o assunto é participar dos cultos. Enquanto 16,7% dos católicos frequentam, 48,2% dos evangélicos vão aos encontros. Mesmo os espíritas, que contam 5% do total de religiosos em Salvador, superam os católicos em participação, com 23,3% nos cultos.

Na Salvador de Irmã Dulce, reconhecida como beata pelo Vaticano em maio, o percentual de pessoas que acreditam em milagres chega a 80,5%. A maioria dos soteropolitanos, com 52,7%, crê no destino, ou seja, Deus tem tudo planejado para as nossas vidas. O grupo de quem prefere o livre-arbítrio, a capacidade de a pessoa tomar suas próprias decisões, corresponde a 40,9%.

Fonte: REDEBAHIA(Imprensa Secular)

21 de set de 2011

Vª Tarde de Louvor e Santa Missa - 2011



Jovens com quem andas?


Na tarde do dia 11 de setembro de 2011, domingo, na 2ª quadra do Condomínio Arvoredo, em um evento organizado pelas Igrejas Católicas Bem-Aventuranças, Imaculada e São Felipe.Vejam abaixo registros fotográficos da nossa tarde de louvor, oração, dança, dinâmicas e a Santa Missa. Com as participações especiais dos Padres Cleiton, José e Emanoel, além dos Ministérios Divino Espirito, Jesus Vida, Banda de Reggae Católico do Padre Emanoel e além do povo de Deus, e com grande participação dos jovens.






























Fonte: Pascom Comunitária