30 de jul de 2010

Visita ao Memorial Irmã Dulce

´´Se o pobre representa a imagem de Deus,então nunca é demias o que fazemos pelos pobres`` Irmã Dulce
Venerável Dulce

A Venerável Dulce Lopes Pontes nasceu em 26 de maio de 1914, na cidade de Salvador-Bahia,tendo ingressado na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculda Mãe de Deus em 1933.Em 1936 inicia o atendimento aos pobres e sofredores. Em 1959 fundaa Associação Obras Sociais Irmã Dulce. Em 1988 foi indicada para o prêmio Nobel da Paz. Ás 16:45 horas de 13 de março de 1992,após 16 meses de sofrimento, entega a sua alma ao Pai.

Oração à Irmã Dulce
´´Senhor nosso Deus
Recodando a vossa Serva Dulce Lopes Pontes,
Ardente de amor por vós e pelos irmãos,
Nós vos agradecemos pelo seu serviço a favor
dos pobres e excluidos.
Renovai-nos na fé e na caridade,
E concedei-nos a seu exemplo vivermos a comunhão
Com simplicidade e humildade,
Guaidos pela doçura do Espírito de Cristo
bendito nos séculos dos séculos``.Amém


Essa peregrinação ao memorial foi abraçado pelas Comunidades da Imaculada,São Felipe e Bem-Aventuranças e contamos com o apoio do Vereador Pedrinho Pepê, conseguindo o ônibus para nos conduzir até o largo de roma,onde encontra-se as Obras Socias Irmã Dulce, com Hospital,Igreja,Capela e o Memorial.


Foram 22 pessoas e fomos bem acolhidospor toda a Obra.


Visitamos o Memorial e rezamos na Capela, encerramos com a Santa Missa da Igreja, recebendo a Benção Solene junto ao Túmulo da Venerável Dulce.


É uma experiência de fé maravilhosa, pois podemos conhecer mais sobre a vida de Irmã Dulce e sairmos reavivados na fé, na caridade,na esperança e no amor ao serviço de Deus e dos seus irmãos.

´´ Tudo que vai com Deus e com Fé, vai bem.`` Irmã Dulce


´´ O importante é fazer a caridade, e não falar de caridade.`` Irmã Dulce


O Motorista Márcio da empresa Rio Vermelho, foi bem solícito e nos conduziu com toda paciência e cuidado, demonstrou zelo e ser um homem de Fé.

´´ Tudo seria melhor se houvesse mais amor.`` Irmã Dulce

Fonte: Pascom Comunitária Imaculada





































































27 de jul de 2010

Deus contemplou toda a sua obra, e viu que tudo era muito bom.Gênesis 1,31







Cerca de 70% do lixo dos oceanos é formado por plástico


Veleiro Plastiki denuncia a catástrofe ambiental que está atingindo os mares do planeta.

Um barco feito de lixo partiu de São Francisco, nos Estados Unidos, no início do ano. E deve chegar nesta segunda-feira a Sydney, na Austrália. Nessa travessia, o veleiro Plastiki denuncia a catástrofe ambiental que está atingindo os mares do planeta.

É tanto lixo que até os bichos ficam confusos. Peixes engolem lixo como se fosse alimento. Cerca de 70% do lixo dos oceanos é formado por plástico. O lixo que desembarca no local sai dos continentes e é levado por albatrozes.

O barco Plastiki foi feito com 12,5 mil garrafas de plástico. O veleiro navega sem motor e tudo nele funciona com energia solar ou do próprio vento.

Ele foi criado e navegou durante quatro meses e meio para chamar a atenção do mundo para a poluição dos mares. O barco é feito de plástico, porque cerca de 70% do lixo dos oceanos é formado por plástico.

A rota foi planejada para o barco passar pela maior concentração de lixo marinho do mundo, a gigantesca lata de lixo giratória localizada no norte do Oceano Pacífico, onde fica o Havaí.

Uma praia concorre ao lamentável título de 'praia mais suja do mundo'. Nas várias ilhas que formam o arquipélago do Havaí, moram um milhão de pessoas. Outros sete milhões visitam suas praias maravilhosas todos os anos. Mas o lixo que desembarca no local não é produzido nas ilhas. Ele vem de longe, dos continentes: da América do Norte, da América do Sul, da Oceania, da Ásia.

O lixo se concentra em parte do Pacífico, por causa das correntes marítimas. Fica ali dando voltas, numa espiral eterna.

É tanto lixo que até os bichos ficam confusos. Os golfinhos acham que saco plástico é brinquedo. Peixes engolem lixo como se fosse alimento. Aves também. As ilhas do norte do Havaí são uma reserva ambiental protegidas por lei contra a destruição.

"O problema é que não existe lei que proíba a água do mar de trazer lixo para cá", diz o capitão Charles Moore, que faz pesquisas na área.

Todos os anos, a ilha é tomada por cerca de 1,5 milhão de albatrozes. Durante sete meses, os filhotes ficam totalmente dependentes do que os pais trazem do mar para alimentá-los. Ficam no local até poderem viver por conta própria. Mas cada vez mais diminui o número de filhotes que saem de lá voando.

A mergulhadora Morgan Hoesterey conta que a primeira vez que pisou na ilha de Midway ficou horrorizada. "Tem lixo, tem plástico, muitos albatrozes mortos. É horrível".

Para mostrar a tragédia que acontece no local, Morgan tem uma ideia. Durante uma hora, ela caminha recolhendo apenas objetos achados dentro dos corpos das aves, corpos apodrecidos e abertos na areia. Ela pega só peças de plástico reconhecíveis. Coisas que ela possa dizer o que são.

"Esses anzóis, a gente até espera encontrar. Mas o resto é assustador", ela diz.

Dezenas de isqueiros, bolas de golfe, bolinhas de desodorante. Um monte de brinquedos. Bastões de cola escolar. Uma infinidade de escovas de dentes.

Um cartucho de impressora. Morgan comenta: "Isso aqui tem mais ou menos a largura do pescoço de um albatroz. Imagine a dor de engolir esse treco".

Nenhuma dessas coisas foi parar no local levada pelo mar, ou pelo homem. Elas chegaram dentro de um albatroz.

"Fomos nós que fizemos isso. Nós todos fizemos isso contra essas aves. É horrível!", diz a moça.

"Se ao menos esses pássaros estiverem dando suas vidas para mostrar pra gente o que estamos fazendo com o mar", é o pensamento da jovem mergulhadora. Poderia ser o de todos nós.

Em uma forma de amenizar e conscientizar nossos fiéis adultos e crianças, a Pascom Comunitária vai realizar um Mobiza nas Praias , onde iremos limpar e distribuir folhetos educativos para os banhistas e frequentadores da orla,em outubro de 2010.

Fonte: Fantástico/Rede Globo

Você torce pelo Manchester United...?


“Não às camisas com símbolos satânicos ”

O Cristãos- Católicos não devem vestir as camisas de futebol de times com símbolos satânicos: como por exemplo, a camisa do Manchester United, porque representam o diabo.
As camisas do Manchester United, prestigioso clube inglês,muito popular no Mundo, são “pecaminosas” e “perigosas” porque “glorificam o diabo”: sendo que os próprios jogadores do time são chamados de “Red devils”, isto é, “diabos vermelhos”.

O um verdadeiro Cristão-Católico não deve comprá-las ou aceitá-las como presente. O Manchester United tem uma grande torcida no país.

“O diabo deve ser combatido e não celebrado”, disse, e “ao se vestir uma camisa que o representa, promove-se satanás”.

Fonte: Comunidade Shalom

Encontro de Reflexão sobre o Dizimo



No Domingo,dia 25.07.2010, das 09 hs até ás 12 hs, a Pastoral do Dízimo realizou um Encontro de Reflexão sobre o Dízimo,contamos com a participação de Sr Antônio Roque, da Paróquia do Bomfim. Uma manhã enrequecida de aprofundamento sobre a tématica do Dízimo, podemos partilhar um pouco dos contextos Bíblicos e da Doutrina da Igreja, no que diz respeito ao Dízimo.



Pastoral do Dízimo:Sra Day,Pedro,Sra Maria e Sra Neide(Doente)



Cartaz do Dízimo: Aqui Gráficos do 1º Semestre,
Artigo sobre a Pastoral na Arquidiocese e
Frutos do nosso Dízimo na Comunidade.


Pastoral de Música: Jaguaracy e Flávio




Crianças da Catequese


Momento de Partilha



O Povo de Deus em Atenção

Sr Antônio Roque - Paróquia do Bomfim


Fonte: Pascom e Pastoral do Dízimo

12 de jul de 2010

Sacramento da Confissão - PSG do Retiro


03.09.2010 - Com Apresentação do Senhor - Padre Ligivaldo - 17 hs
04.09.2010 - Com. Volta do Senhor - Padre Agostinho - 18 hs
07.09.2010 - Com. Matriz(São Gonçalo) - Padre Gildeon - 15 hs
07.09.2010 - Com. Natal do Senhor - Padre Ligivaldo - 15 hs
08.09.2010 - Com. Natal do Senhor - Padre José - 15 hs
08.09.2010 - Com. Espírito Santo - Padre Agostinho - 15 hs
01.09.2010 - Com. Natal do Senhor - Padre José - 15 hs
10.09.2010 - Com. Apresemtação do Senhor - Padre Ligivaldo - 17 hs
10.09.2010 - Com. Graça Dívina - Padre Gildeon e Padre Agostinho - 19:30 hs
12.09.2010 - Chacará Monte Tabor - Padre Agostinho - 14 hs
14.09.2010 - Com. Matriz (São Gonçalo) - Padre Gildeon - 15 hs
15.09.2010 - Com. Natal do Senhor - Padre Agostinho - 15 hs
17.09.2010 - Com. Apresentação do Senhor - Padre Ligivaldo - 17 hs


17 hs. : 2



O Sacramento da Confissão

1) A Instituição do Sacramento da Penitência

Na tarde do dia da Ressurreição, apareceu Jesus aos Apóstolos e lhes disse: “A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim envio-vos eu. Depois destas palavras soprou sobre eles e disse: Recebei o Espírito Santo. A quem perdoares os pecados, lhes serão perdoados, e a quem os retiverdes, lhes serão retidos” (Evangelho de São João, Cap. XX, 19-23).

Jesus Cristo, no seu amor, vem em auxílio do pecador por meio de um Sacramento especial. Durante sua vida terrena, perdoou aos pecadores arrependidos, e na Cruz expiou a culpa de toda a humanidade. No dia da sua Ressurreição, deu aos Apóstolos e aos seus sucessores no sacerdócio, o poder de perdoar os pecados em seu nome. Instituiu assim o Sacramento da Confissão ou Penitência e o confiou à sua Igreja.

2) Quando devemos nos Confessar

Devem receber o Sacramento da Penitência todos aqueles que cometeram algum pecado mortal depois do Batismo. Não há obrigação de confessar os pecados veniais, pois estes podem ser perdoados também de outros modos, como fazendo um Ato de Contrição perfeito, rezando devotamente um Confiteor, fazendo uma boa ação por amor a Deus. Mas é muito útil confessarmos também deles, pois na Confissão Jesus Cristo vem em nosso auxílio por meio de abundantes graças próprias deste Sacramento, por exemplo, forças especiais para não pecar novamente. É, pois, muito útil confessar regularmente, mesmo os pecados veniais.

Além de confessar os pecados mortais e os pecados veniais, a Confissão também serve para expor uma dúvida que esteja nos afligindo, para pedir um conselho ao Padre, para pedir uma explicação. Essas coisas podem ser ditas em outra hora, mas o confessionário ajuda a conversar sobre a vida espiritual e moral.

3) A Forma e a Matéria da Confissão

Jesus Cristo ordenou que no Sacramento da Confissão, os pecados fossem perdoados ou retidos, ou seja, não perdoados ou deixados para uma próxima Confissão. Cabe ao Padre julgar, como juiz que ele é, se há verdadeiro arrependimento. Como o Padre não pode adivinhar os nossos pecados, nós devemos confessá-los, ou seja, declará-los, dizê-los claramente, sem esconder nenhum deles. Os nossos pecados assim ditos diante do Padre constitui a matéria do Sacramento da Confissão.

Depois que confessamos, arrependidos, os nossos pecados, o Padre nos absolve com as palavras da forma do Sacramento: Eu te absolvo dos teus pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vemos assim que é preciso três coisas principais neste Sacramento: a matéria (os pecados confessados), a forma (absolvição pelo Padre) e o arrependimento.

4) Os efeitos da Confissão

Quando o Sacerdote nos absolve, Jesus Cristo, nosso Redentor, nos perdoa todos nos nossos pecados. Nós, que estávamos afastados de Deus pelo pecado, somos reconciliados com o Pai Celeste, pelo perdão do pecado e da pena eterna. A Confissão nos restitui, nos devolve a graça santificante, a amizade de Deus, bem como os méritos que perdemos por causa do pecado. A Confissão nos traz muitas forças para não mais pecar.

A pena eterna nos é perdoada. O que isso quer dizer?

Quando cometemos um pecado mortal, ficamos sujeitos a dois tipos de castigo:

- a pena eterna, que é a condenação ao inferno, onde nunca se vê a Deus e onde se sente ódio de Deus, de si mesmo e de todos;

- a pena temporal, que é o sofrimento do fogo que queima as almas do inferno.

Quando nos arrependemos do pecado e recebemos a absolvição, somos imediatamente perdoados da pena eterna, ou seja, não vamos mais para o inferno. Mas continuamos sujeitos à pena temporal, ao fogo. Para pagar esta pena temporal e poder entrar no Céu perfeitamente puras, as almas passam pelo Purgatório. Lá elas sofrem muito, sofrem também no fogo, mas este sofrimento tem a consolação de se saber que em breve estarão no Céu, na Felicidade Eterna, vendo a Deus face a face e podendo amá-lo e adorá-lo eternamente. Mas as almas do Purgatório sofrem muito. Por isso devemos rezar muito por elas, pedindo a Deus, à Nossa Senhora, à São Miguel Arcanjo, que levem estas almas sofredoras para o Céu.

Mas Deus nos ajuda também para diminuir o tempo que devemos passar no Purgatório. Como?

Ele permite que nós tenhamos muitos sofrimentos aqui na Terra. Quando somos católicos e conhecemos todas estas coisas que estamos estudando, aprendemos a oferecer estes sofrimentos a Jesus, em vez de ficarmos reclamando e praguejando contra Deus.

Nossas orações também servem para diminuir nossa pena temporal. Por isso, na Confissão, o Padre nos dá a penitência. Esta oração, ou a obra que o Padre nos manda fazer (jejum, esmola, sacrifício) serve para diminuir nossa pena temporal. Por isso, em vez de desejarmos penitências pequenas e rápidas, devemos nos alegrar quando o Padre nos pede algo que devemos fazer com algum esforço, pois estaremos diminuindo mais a nossa pena temporal.

5) Como devemos nos Confessar

Exame de consciência. Devemos rezar ao Divino Espírito Santo para que Ele nos ilumine sobre nossos próprios pecados. Refletimos, procuramos nos lembrar de todos os pecados que cometemos desde a última Confissão. Podemos ter ofendido a Deus por pensamentos, por atos pecaminosos, por omissões no nosso dever.

Devemos nos lembrar do pecado, mas também do número de vezes que o cometemos e de alguma coisa que possa ter agravado ou diminuído a gravidade do pecado. Tudo isso devemos dizer ao Padre.

Quando já sabemos mais ou menos o que vamos dizer ao Padre, nos aproximamos do confessionário com respeito e recolhimento. Muitas crianças não entendem bem que a Confissão é uma cerimônia religiosa, um rito, e não uma conversa com o Padre. Estamos ali diante de Deus.

Pedimos a benção ao Padre, dizemos quando foi nossa última Confissão, e dizemos todos os pecados, uma após o outro, com o número e algum detalhe importante, sem alongar muito os detalhes que nos levaram a cometer o pecado. Se for necessário algum detalhe a mais, o Padre perguntará. Não podemos esconder nenhum pecado grave, pois isso tornaria a Confissão inválida e estaríamos abusando da bondade de Deus. Muitas pessoas, por vergonha, escondem algum pecado. O Padre, que não pode adivinhar, dá a absolvição, mas Deus não perdoa uma alma mentirosa. Depois aquela pessoa vai para a Missa e ainda comunga, cometendo o pecado de sacrilégio. Tenhamos sempre sinceridade nas nossas confissões.

Quando terminamos de confessar, ouvimos os conselhos do Padre. Sempre aprendemos alguma coisa boa para nossa alma nesta hora. Prestemos muita atenção! E procuremos agir segundo estes conselhos, principalmente quando se trata de reparar algum mal causado aos outros, como pedir desculpas a alguém, devolver algo roubado, etc. O Padre, nesta hora, nos dará a penitência, que rezaremos assim que possível, de preferência logo após a Confissão, em união à Paixão de Nosso Senhor. Depois, ele nos manda rezar o Ato de Contrição. Enquanto rezamos, ele nos dá a absolvição, que termina com esta bela oração:

«Que a paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, os méritos da bem-aventurada Virgem Maria e de todos os Santos, e tudo o que tiverdes feito de bom e suportado de mal, vos seja aplicado para a remissão dos pecados, aumento das graças e para a recompensa da vida eterna. Amém.»

Que Deus não permita que nos afastemos algum dia da prática da Confissão regular, meio seguro de alcançar a salvação eterna!

Fonte: Paróquia São Gonçalo do Retiro e capela.org.br

7 de jul de 2010

Maria é modelo perfeito de obediência à vontade divina



4.07.2010 - VATICANO - Ao concluir a Missa dominical na localidade italiana de Sulmona aonde chegou em visita pastoral por ocasião do 800º aniversário do nascimento do Papa Celestino V, o Papa Bento XVI rezou o ângelus e assinalou que a Virgem Maria é modelo perfeito de obediência à vontade divina, assim como de silêncio, misericórdia e abertura aos demais.

Antes da oração o Santo Padre fez votos para que esta Igreja local "fiéis à herança de São Pedro Celestino, saiba sempre viver a radicalidade evangélica e a misericórdia, para que todos os que procuram Deus possam encontrá-lo".

Seguidamente Bento XVI sublinhou que "em Maria, Virgem do silêncio e da escuta, São Pedro del Morrone encontrou o modelo perfeito de obediência à vontade divina, em uma vida simples, marcada pela busca do que é verdadeiramente essencial, capaz de agradecer sempre ao Senhor reconhecendo em cada coisa um dom de sua bondade".

"Também nós, que vivemos em uma época de maiores comodidades e possibilidades, estamos chamados a ter um estilo de vida sóbrio, para conservar mais livres a mente e o coração e para poder compartilhar os bens com os irmãos".

Ao finalizar, o Santo Padre fez votos para que "Maria Santíssima, que animou com sua presença materna a primeira comunidade de discípulos de Jesus, ajude também a Igreja de hoje a dar bom testemunho do Evangelho".

Fonte: ACI

6 de jul de 2010

Campanha dos Mensageiros








Seja um Mensageiro do Salvador!


A Campanha Mensageiros do Salvador é uma iniciativa da Pastoral de Comunicação Arquidiocesana (PASCOM), que convoca religiosos e religiosas, leigos e leigas apaixonados pelo anúncio do Evangelho, campanha que nasceu em dezembro de 2006.

Os Mensageiros do Salvador tem como objetivo, a Evangelização através dos meios de comunicação. Por isso, divulguem no seu dia a dia o programa Chão e Paz, Igreja no Brasil, o jornal São Salvador e participam de encontros que são promovidos pela PASCOM.

A PASCOM vive de doações de todas as classes sociais que proporcionam levar o Evangelho aos locais mais distantes deste imenso Brasil. Para você também participar da campanha é simples. Basta entrar em contato conosco através do telefone: 71 4009-6693 ou pelo e-mail: contato@arquidiocesesalvador.org.br


São Marcos 16,15 e disse-lhes: ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.

Fonte: Pascom Arquidiocesa

4 de jul de 2010

Cinema na Comunidade - CFE 2010



No dia 03.07.2010, ás 19:30 hs na nossa Comunidade Imaculada C. de Maria, exibimos o filme´´ Antes de partir``, com os atores Morgam Freemam e Jack Nicholson. Um momento de reflexão e partilha sobre o tema Fraternidade e Economia e o lema biblíco,´´ Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro.`` Mt 6,24.
Uma Campanha que pela sua 4ª edição é Ecumênica, juntamentes com as Igrejas da CONIC, que são Católica,Anglicana,Luterana,Ortodoxa e Presbiteriana.Abordando uma economia com justiça social.Se propõe arepensar sobre um novo modelo de economia a serviço da vida.É uma reflexão para se discutir uma economia justa a todos e lembrar que neste debate existem opções, a opção evangèlica, inspirada na Fé Crsitã, que é a opção pela vida e não a opção pelo lucro, já que predominância do sistema econômico é o capitalista.
Colocar o lucro como um Deus, leva a sociedade para um caminho de morte e, escolher o Deus da vida, é pensar numa economia que esteja a serviço de todas as pessoas e de todo o bem comum.
E quanto ao filme, percebemos no seu enredo, que os atores so tinham uma coisa em comum, a doença, que é o Cançer.Mas as caracteristicas revelam-se claramente, e assim refletimos,O Eduard um homem rico,branco,prepotente,arrogante,promisco,sem base familiar,ateu,sem princípios cristãos,dinheiro é tudo e cheio de orgulho,já o Carter,um homem pobre,negro,de Fé,com valores familiares,trabalhou para viver dignamente e poder dar a família o que não pode ter e com princípios cristãos.
Tivemos a participação de 18 pessoas da comunidade,com direito a pipoca e refrigerante, apesar da chuva que em Salvador, vêem caindo bastante, foi bem proveitoso e agradável esse momento de crescimento espiritual e comunitário.

Agradecimento em especial:
Dona Gracinha, na produção e embalagem da pipoca e de Antônio e Pedro,Pascom.

2 de jul de 2010

´´Rejeitam Jesus até do Futebol...``

“A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular; isto procede do Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos.” São Mateus 21,42

1 º ) A FIFA quer proibir orações no Mundial da África...



eliminaram as orações das escolas,a disciplina religião,os crucifixos de espaços públicos e muitos outros, mas agora até do futebol!

De acordo com jornal espanhol AS, a FIFA pretende proibir as orações e qualquer manifestação religiosa dentro de campo para a Copa do Mundo de 2010, que será realizada na África do Sul. O Vaticano teria entrado em contato com o pre

sidente da maior entidade do futebol, Joseph Blatter, para pedir que considere a proibição.

Na final da Copa das Confederações, os jogadores da Seleção Brasileira se reuniram após conquistarem o título para uma oração dentro de campo e isso provocou a reclamação do presidente da Federação Dinamarquesa, Jim Stjerne H

ansen, que afirmou que a "religião não tem lugar no futebol".

A FIFA quer regular as manifestações religiosas dos astros do futebol para evitar problemas, mas o Vaticano é contra a medida. "Blatter e a federação dinamarquesa erraram. É um erro esvaziar o futebol dos valores éticos que a fé cristã e a Igreja Católica defendem há séculos. Espero que eles reconsiderem", afirmou Eddio Constantini.


2 º) Funcionário cala jogador de futebol inglês entrevistado sobre sua fé católica.



Um funcionário da Associação de Futebol da Inglaterra calou o dianteiro Wayne Rooney, estrela da equipe britânica que participa do Mundial África do Sul 2010, quando estava sendo entrevistado sobre sua fé católica.

Nos últimos dias, Rooney foi fotografado exibindo um terço durante os treinamentos de sua equipe e em uma roda de imprensa, um jornalista perguntou por que razão o exibia.

Rooney, de origem irlandesa, respondeu: “Eu o uso há quatro anos e vocês não vêem os treinamentos. Obviamente não o posso usar durante os jogos. É minha religião”.

Quando os jornalistas se dispunham a fazer-lhe outra pergunta sobre seu credo, o chefe de relações públicas da AF, Mark Whittle, interrompeu Rooney dizendo “Nós não falamos sobre religião”.

Fonte: ZENIT - agência de notícia do Vaticano


Futebol e Fé Cristã Católica



Muitos católicos ainda não compreenderam o que é ser cristão. Muitas atitudes vistas como normais em nossa sociedade são despercebidas e não são criticadas pelos cristãos católicos.


Em muitas passagens bíblicas, Jesus Cristo lutou contra as injustiças, lutou em favor dos pobres e levou amor a toda humanidade. Em Lc 9,10-17, Jesus dividiu cinco pães e dois peixes para centenas de pessoas que o seguiam. Em Mc 12,13-17, Ele condenou todo tipo de dominação e hipocrisia quando os partidários de Herodes perguntaram se era lícito ou não pagar o imposto a César. E há tantos outros exemplos da vida de Jesus Cristo que, como cristãos, deveríamos imitá-lo para criarmos um novo mundo de paz e amor.

Um exemplo típico do cotidiano são as guerras entre as torcidas de times de futebol. Sabemos que a prática de esportes ajuda o ser humano a manter de forma saudável sua saúde física e mental. Porém, o que assistimos em quase todas as partidas de futebol é a intolerância com o nosso semelhante quando torce e veste a camisa do time adversário. A palavra "adversário" possui o sinônimo de "inimigo", "rival", "concorrente", e dessa forma, já condiciona a mente da pessoa-torcedor que é preciso abater todo inimigo que apareça a nossa frente. Trata-se de uma guerra e isso gera as brigas e mortes entre torcedores. Sem contar a violência dentro de campo entre os jogadores que deveriam dar exemplo para a sua torcida e que louvam a Deus toda vez que marcam um gol. Isso não é uma atitude racional, nem muito menos cristã.

Tudo é permitido, mas nem tudo é oportuno.
Tudo é permitido, mas nem tudo edifica.
1 Coríntios 10,