17 de jun de 2011

Beatificação de Irmã Dulce 2011


Ao meio dia do domingo (22.05), o Parque de Exposições da Bahia, em Salvador, abriu seus portões para sediar um dos maiores atos de fé já assistidos pelos católicos baianos: a cerimônia de beatificação de irmã Dulce, que se notabilizou como o Anjo Bom da Bahia. O ato solene colocará a freira, falecida há 19 anos, a um passo da santificação.


Organizadores do evento estimaram cerca de 60 mil pessoas de toda a Bahia, do Brasil e até do exterior. Afinal, são 11 anos de espera para chamar irmã Dulce de "Bem-aventurada Dulce dos Pobres". A beata terá o dia 13 de agosto como data oficial de celebração de sua festa litúrgica.

A agenda festiva começarou às 14h, com a exibição do espetáculo "Nasce uma Flor", que contou passagens memoráveis da vida da religiosa. O espetáculo reuniu cerca de 500 alunos do Centro Educacional Santo Antônio (CESA) - que integra as Obras Sociais Irmã Dulce -, com idades entre 6 e 15 anos, em cenas marcantes, como a do galinheiro onde ela acolhia doentes e que deu origem ao Hospital Santo Antônio.


Às 17h em ponto , aconteceu o início da celebração canônica com uma Missa seguida do roteiro litúrgico do Rito de Beatificação do Vaticano. A cerimônia contou com cerca de 600 religiosos – entre padres, arcebispos, bispos, diáconos e seminaristas.Além de autoridades politicas como o Governador do Estado da Bahia Jack Wagner, Prefeito de Salvador João Herinque e a Presidenta do Brasil Dilma Roussef.Logo depois, o arcebispo de Salvador, dom Murilo Krieger, solicitará ao papa que inscreva, na lista dos santos e beatos da Igreja Católica, o nome da freira baiana.


O Cardeal Dom Geraldo Majella pediu, em nome do Papa, que seja lida a biografia da beatificada, concluindo com o decreto apostólico de Bento 16 incluiu irmã Dulce na lista dos santos e beatos da Igreja Católica, propondo-a como exemplo cristão para todos os fiéis.


Fonte : Pascom Comunitária

Nenhum comentário:

Postar um comentário