1 de nov de 2011

A Igreja em Assis - Brasil e Itália


Vejam que ironia da vida, enquanto nossa Igreja reuni-se com lideres religiosos em Assis, na Itália. Rezando e refletindo em encontro sobre a Paz no mundo, nossa Igreja é roubada em Assis, Brasil. Deus seja louvado! Vejamos a que ponto nós chegamos, aonde os homens não respeitam a Casa de Deus, Templo de Oração e Louvor ao seu Santo Nome.


´´Porque maltratou, desamparou os pobres, roubou uma casa que não tinha construído,`` (Jó 20,19)

Criminosos furtam á Igreja - Assis-São Paulo-Brasil


Ladrões invadiram uma igreja em Assis, no interior de São Paulo, e furtaram cerca de 3 toneladas de placas de granito. A polícia procura os autores do crime. As cem pedras, pesando mais de 30 kg cada uma, foram levadas durante a madrugada da quarta-feira (26) da Igreja de Santa Cecília. Não foram identificadas testemunhas da ação criminosa.

O granito foi comprado com dinheiro de doações dos fiéis para ser usado no novo piso da igreja, que passa por reformas há cerca dois meses. A polícia suspeita que vários homens tenham participado do furto. Não há sinais de arrombamento nas portas da igreja, que são trancadas depois das 18h.

O prejuízo para a igreja chega a R$ 7 mil. Para evitar que a obra pare, a única saída encontrada pelo padre é comprar novas placas de granito e parcelar o pagamento.



Papa em Encontro pela Paz, em Assis-Itália.


"Peregrinos da verdade, peregrinos da paz" é o título da Jornada de Reflexão, Diálogo e Oração pela Paz e Justiça no Mundo, que aconteceu na quinta-feira, 27, em Assis (Itália). O evento marca os 25 anos do encontro similar, convocado por João Paulo II. Mas todos os lideres religiosos vão rezar em salas separadas. Como naquela ocasião, também agora o Papa estará presente. Já na manhã de quarta-feira, 26, Bento XVI presidiu a um Encontro de Oração na Praça de São Pedro, com a presença dos membros das Delegações que estarão em Assis.

A terra de São Francisco está se preparando com vigílias de oração e funções religiosas para a Jornada, que confirma a cidade como capital mundial da paz, conforme indica um comunicado divulgado pelo Convento de Assis. Muitos jornalistas e peregrinos são aguardados para a chegada do Papa. Foram montados 2 centros de acolhida, cinco salas de imprensa e 10 telões na Praça da Basílica Superior e Inferior de São Francisco, na Porciúncula e na Praça de Santa Maria dos Anjos. “A peregrinação a Assis encontra seu sentido mais verdadeiro por ser o local em que São Francisco viveu e propôs incansavelmente sua mensagem de paz e bem”, continua o comunicado.

Fonte: Pascom Comunitário e cancaonova.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário