25 de nov de 2011

A Palavra é...Procissão

Procissão

O canto popular “O povo de Deus”, repetido muitas vezes em coro por nós, nos revela a experiência de um povo que caminha em comunidade, com um objetivo comum: chegar à pátria definitiva. Essa caminhada do povo de Deus, com um objetivo determinado, recebe o nome de procissão. A palavra procissão é derivada do verbo latino procedere, e do substantivo processionis, que quer dizer: “ação de avançar, marchar, caminhar, ir adiante, saída solene”.


A procissão é um rito religioso de significado universal. Caminhar junto é uma necessidade de todo indivíduo que vive em comunidade. Ao caminhar junto, objetivos e sonhos são partilhados. As orações e cantos rezados e cantados juntos são expressões da fé no Salvador.



Procissões não são manifestações religiosas apenas dos católicos. Judeus, muçulmanos e hindus também se reú­nem num determinado lugar e partem cantando e rezando rumo a outro lugar estabelecido anteriormente.









A procissão dos cristãos tem origem na Sagrada Escritura. A caminhada é um elemento muito importante na história da salvação. No livro do Êxodo, encontramos o povo que caminha rumo à terra prometida. O livro dos Números nos mostra as normas estabelecidas por Deus ao povo que caminhava: Quando se levantava a nuvem sobre a tenda, os israelitas punham-se em marcha; no lugar onde a nuvem parava, aí acampavam. À ordem do Senhor levantavam o acampamento, e à sua ordem o assentavam de novo (Nm 9,17-18).




No Novo Testamento é narrada apenas uma procissão: a entrada de Jesus em Jerusalém: E toda aquela multidão, que o precedia e que o seguia, clamava: Hosana ao filho de Davi! Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus! (Mt 21,9).





As primeiras procissões dos católicos apareceram por volta do início do século IV, logo após a declaração de liberdade religiosa pelo imperador Constantino. Hoje as procissões são realizadas em vários momentos. As mais comuns são: Domingo de Ramos; Semana Santa; Via-Sacra; Corpus Christi; procissões em honra dos santos padroeiros e de Nossa Senhora. É importante observar que as procissões sempre estão relacionadas com o ano litúrgico.


Em cada região de nosso país existem particularidades e datas diferentes para a caminhada do povo de Deus. No entanto, nunca podemos perder de vista que a procissão é sempre uma caminhada realizada por um grupo de pessoas, que marcha com um único objetivo. A palavra de Deus sempre deve orientar e motivar qualquer procissão: leituras e cantos são expressão da religiosidade do povo que espera ansiosamente entrar na casa do Pai.

Fonte: Pe. Maciel M. Claro, sacerdote, missionário claretiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário