13 de jan de 2011

Novo Arcebispo toma posse em Março

Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, scj, atual arcebispo de Florianópolis, será o novo arcebispo da Arquidiocese de Salvador. A cerimônia de posse deve acontecer no dia 25 de março, na Catedral Basílica, no Terreiro de Jesus, em Salvador, mas o horário ainda não foi definido.

Dom Geraldo permanece a frente da Arquidiocese de Salvador até a posse de Dom Murilo e a partir de então torna-se bispo emérito de Salvador. Com a aposentadoria, Dom Geraldo mantém as funções de cardeal, mas deixa de administrar uma diocese. Desde 2008, era aguardada a nomeação de um novo arcebispo para Salvador, pois seguindo o direito canônico, ao completar 75 anos, em outubro daquele ano, Dom Geraldo solicitou ao papa a aposentadoria.

A Arquidiocese de Salvador é a primeira diocese do Brasil e a partir dela todo o trabalho da Igreja no país foi sendo organizado. Atualmente, 15 municípios integram o território da Arquidiocese e juntos contam com uma população de mais de 3,5 milhões de pessoas de acordo com dados de 2009 do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Além da capital do estado da Bahia, integram o território da Arquidiocese o Recôncavo baiano, as ilhas e parte do Litoral Norte. O trabalho pastoral está distribuído em 112 paróquias e 4 capelanias militares.


Para animar a vida pastoral na Arquidiocese o novo arcebispo contará com a ajuda do bispo auxiliar dom Gregório Paixão, osb, cerca de 250 padres (entre diocesanos e religiosos), além de religiosas e milhares de leigos envolvidos com os movimentos eclesiais, pastorais e ações sociais.

Biografia de Dom Murilo – Catarinense de Brusque, onde nasceu a 19 de setembro de 1943, Dom Murilo teve a vocação sacerdotal despertada ainda quando criança. Em 1964 ingressou na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus e iniciou o curso de filosofia. Cinco anos depois, foi ordenado, na sua cidade natal.

O início de seu ministério pastoral foi em Taubaté, onde trabalhou na Paróquia Sagrado Coração de Jesus (1970) e fundou o Movimento Shalom, para jovens. Sua ordenação episcopal aconteceu em Brusque, no dia 28 de abril de 1985, presidida por Dom Afonso Niehues, o mesmo que o ordenara padre 15 anos antes. Escolheu como lema episcopal: “Deus caritas est” (1Jo 4,16). Em 1991, assumiu a Diocese de Ponta Grossa, PR e seis anos depois, no dia 11 de julho de 1997, assumiu a Arquidiocese de Maringá, PR. Dia 20 de fevereiro de 2002 foi nomeado Arcebispo de Florianópolis, e tomou posse no dia 27 de abril de 2002.

É autor de vários livros, escreve em revistas e jornais e tem programas na televisão, sempre com o intuito de evangelizar. Dentre as obras publicadas, destacam-se: Shalom: A Paz ao Alcance da Juventude (Loyola); O Primeiro, o Último, o Único Natal (Loyola); Com Maria, a Mãe de Jesus (Paulinas); Um mês com Maria (Paulinas); Anunciai a Boa Nova (Canção Nova).


Fonte : Pascom Arquidiocesana e Vaticano

Nenhum comentário:

Postar um comentário